quarta-feira, Junho 04, 2014

Filiações 2ª Semestre 2014 apenas 17 euros

PRESS RELEASE DA APRESENTAÇÃO
25.06.2014» A Volta 2014
Depois de assinaladas as Bodas de Diamante, em 2013, a Volta a Portugal Liberty Seguros continua a renovar-se. Este ano, com realização entre 30 de julho e 10 de agosto, dá continuidade a uma tradição que, ano após ano, faz parte do imaginário popular associando o fenómeno desportivo da Volta, ao calor e às festas populares do verão. O mapa da prova tem assinalado 1613,4 Km de competição entre Fafe e Lisboa com diversos tipos de terreno para diferentes especialistas, ainda que os trepadores, como sempre, tenham vantagem na prova que, à semelhança das grandes corridas internacionais, consagra a montanha como cenário de excelência para as grandes emoções da competição.

O Percurso Competitivo
A “Sala de Visitas” do Minho abre, este ano, a competição. O Prólogo em sistema de contrarrelógio individual, mais longo que o habitual com 6,8 Km será realizado em Fafe onde, após a cronometragem rigorosa dos centésimos de segundo, será atribuída a primeira liderança.

Após a primeira definição de valores na “Grande Partida”, a caravana iniciará a primeira etapa em linha em Lousada de onde seguirá, em direção à Maia. Entre a vila de Lousada e a “Cidade do Lidador”, que há muito não recebe a Volta serão percorridos 183,5 Km considerados de média dificuldade.

Depois das exigências iniciais, e já no terceiro dia de corrida contando com o Prólogo, o pelotão sairá de Gondomar rumo a Braga numa tirada de 171,8 Km. Pelo caminho, a passagem pelo Bom Jesus e pelo Sameiro são razões suficientes para haver mexidas no pelotão.

Na terceira etapa, a caravana (palavra que encerra em si o conceito de todos quantos acompanham a Volta a Portugal Liberty Seguros, inclusive os próprios corredores) parte do coração de Viana do Castelo. Até à estreia de Montalegre e da Serra do Larouco, em Trás-os-Montes, serão percorridos 180 Km com cinco contagens para o Prémio de Montanha, a última das quais, de 1ª categoria, coincidindo com a meta a 1525 metros de altitude. Trata-se do segundo ponto mais alto de Portugal continental.

O primeiro domingo da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros está reservado para a sempre espetacular subida à mítica Sr.ª da Graça, em Mondim de Basto. Os longos e duros 192,5 Km da etapa vão arrancar da estreante Boticas, vila rural envolvida pelo xisto e granito da agreste Serra do Barroso.

Alvarenga, ponto de partida da quinta etapa, é mais um local de estreia nesta Volta. Prevê-se outro dia agitado para o pelotão porque o trajeto de 161,3 Km continua a inclinar sobretudo quando, em Stº. Tirso, for necessário trepar ao Monte Córdoba onde está instalado o Santuário de N. Srª. da Assunção, subida que costuma ajudar a selecionar os candidatos à vitória final.

Depois de quatro dias consecutivos a subir, a etapa que antecede a jornada de descanso é considerada de transição e será uma oportunidade para os sprinters terminarem na frente. Entre Oliveira do Bairro e Viseu existe uma única montanha, de 2ª categoria, no Caramulo. Esta será a etapa em linha mais curta deste ano com apenas 155 Km. Terminada a primeira fase da competição na “Cidade de Viriato”, o espírito de festa toma conta de Viseu que, por estes dias, já estará engalanada com as festas de S. Mateus.

Cumprida a jornada de repouso, a 6 de agosto, o pelotão com energias redobradas ataca, desde logo, a etapa rainha, com a imponente Serra da Estrela. A 7ª etapa que partirá de Belmonte, com a Serra à vista, servirá de rampa para os 172,5 Km que a caravana terá pela frente. As dificuldades surgem logo após a passagem pela Covilhã com a subida às Penhas da Saúde. Depois os corredores vão descer até Manteigas para aí pedalarem novamente, Serra acima, para as Penhas Douradas. Nesta etapa “carrocel” estará ainda para acontecer a subida final que será feita pela vertente Seia-Sabugueiro até à Torre, o ponto mais alto da Estrela.

Ao nono dia de competição, a caravana da Volta a Portugal apresenta-se à região da Beira Interior. A jornada mais longa desta edição vai começar na vila serrana de Sabugal para terminar, ao fim de 194 Km, em Castelo Branco. A emblemática Avenida Nuno Álvares servirá de palco às grandes emoções do dia. Aí se fará uma primeira passagem na meta e para concluir a jornada de competição faltarão apenas 17 Km para o fim.

Na penúltima etapa, e muito provavelmente para encontrar o vencedor final da Volta, os corredores terão de fazer novamente o exercício do contrarrelógio. Apesar de ser um “crono” individual em nada será igual ao da “Grande Partida” tendo em conta a extensão e a dureza dos dias de prova que já ficaram para trás. Com 28,9 Km o percurso da luta contra o relógio ligará a estreante vila de Oleiros ao centro da Sertã.

Para definitivamente se encontrar o vencedor da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros e totalizar os 1613,4 Km de percurso faltará realizar-se apenas a décima e derradeira etapa a 10 de agosto. Serão os últimos 167,1 Km que vão começar na pequena aldeia de Burinhosa, concelho de Alcobaça, que também se estreia nas “andanças” da Volta. O pelotão vai rolar em direção ao centro da capital portuguesa passando por Torres Vedras junto à estátua de Joaquim Agostinho num gesto de homenagem ao grande campeão falecido há 30 anos. Depois, de braços abertos, Lisboa receberá a “Grande Final” da Volta com a enorme onda colorida a inundar as principais artérias do centro da capital. A meta estará instalada na Avenida da Liberdade e a coroação dos vencedores da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros vai acontecer junto ao Marquês de Pombal.

Palavra de Diretor
“Julgamos ter uma Volta equilibrada com todos os ingredientes para quase duas semanas de intensa luta pela vitória”, afirma Joaquim Gomes, diretor de prova da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros que chama a atenção para a sequência de quatro dias sempre a subir na primeira fase da prova. “A chegada a Braga, Montalegre, à Sr.ª da Graça e depois a chegada à Assunção, em Sto. Tirso, são efetivamente quatro dias com quatro chegadas muito difíceis. Sublinho também as várias estreias de 2014, assim como os regressos de Gondomar e especialmente de Braga que estava há mais de 40 anos afastada dos grandes palcos da Volta a Portugal. De forma inédita iremos ter nesta etapa intermédia um circuito com passagens no Bom Jesus e no Sameiro que vão provocar as primeiras grandes diferenças.

Quanto à estreia da aldeia da Burinhosa, concelho de Alcobaça, no mapa da corrida, Joaquim Gomes refere o carácter “sui generis” da competição que torna possível esse acontecimento. “Só uma prova como a Volta a Portugal pode efetivamente levar um evento de referência a locais como este que não são conhecidos do grande público. A Burinhosa será um palco de prestígio que conduzirá a caravana até Lisboa.”

Equipas Participantes na 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros
Efapel/Glassdrive - Portugal
Rádio Popular - Portugal
LA Alumínios /Antarte - Portugal
Louletano/Dunas Douradas - Portugal
OFM /Quinta da Lixa - Portugal
Banco Bic/Carmim - Portugal
Seleção Portuguesa - Portugal
Caja Rural – Seguros RGA - Espanha
Skydive Dubai - Dubai
4-72 Colombia - Colombia
Team Ecuador - Ecuador
Team Stuttgard - Alemanha
Team Ukyo - Japão
Christina Watches – Kuma - Dinamarca
Team Stölting - Alemanha
LOKOSPHINX - Rússia
Burgos-BH - Espanha

Descanso Muito Agitado
8ª Etapa da Volta RTP Vitalis”

A cidade de Viseu será cenário da jornada de repouso da competição, a 6 de agosto, mas enquanto os “heróis do asfalto” descansam, os cicloturistas fazem-se à estrada na “8ª Etapa da Volta RTP Vitalis”. Este passeio dá oportunidade a todos os que queiram experimentar por um dia o que é “estar na Volta a Portugal”. A participação é aberta a maiores de 14 anos e, pela primeira vez, há dois percursos com 100 Km e 65 Km. A partida e chegada vai acontecer na Avenida da Europa, em Viseu. Com a inscrição cada participante poderá ter direito ao jersey oficial ou ao jersey e calções oficiais da edição 2014 da Etapa da Volta e terá sempre direito a seguro de prova, assistência médica e mecânica, cronometragem do tempo com chips, listagem final por tempos e por classes e diploma personalizado. As inscrições são feitas online através do site oficial da Volta a Portugal (www.volta-portugal.com).

Passado e presente na estrada
À “8ª Etapa da Volta RTP Vitalis” junta-se a “Classe Vintage”, a novidade deste ano que tem como objetivo promover e recuperar o património histórico ligado ao ciclismo. Uma viagem ao passado que pode ser vivida por todos aqueles que tiverem bicicletas de estrada construídas antes de 1987.
Os participantes na “Classe Vintage” poderão fazer qualquer um dos percursos da Etapa da Volta, no entanto a classificação final será feita apenas na distância mais longa. Para além do prémio para o primeiro classificado na “Classe Vintage” será premiada a mais bonita bicicleta vintage. Esta eleição será feita por um júri nomeado pela organização da Etapa da Volta.
Para a “Etapa da Volta Vintage” há um regulamento específico, disponibilizado no site oficial da Volta a Portugal (www.volta-portugal.com).

Crianças juntam-se à festa
Para além da “8ª Etapa da Volta RTP Vitalis” e “Classe Vintage”, as crianças vão também, desta vez, fazer parte da festa. O ditado popular diz que “é de pequenino que se torce o pepino” e por isso mesmo, este ano, os mais novos, com idades entre os 6 e os 14 anos, poderão também fazer parte do passeio de cicloturismo na versão mini do evento. As inscrições para a “1ª Mini Etapa da Volta” são feitas igualmente através do site oficial da Volta a Portugal (www.volta-portugal.com).

Ciclismo em debate
Para além das diferentes atividades que vão animar Viseu no dia de descanso da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros, a Federação Portuguesa de Ciclismo promove a 6 de agosto o seminário intitulado “Reforma mundial do ciclismo profissional e suas repercussões no ciclismo Português”. O encontro pretende juntar no mesmo debate os organismos internacionais do ciclismo - União Ciclísta Internacional (UCI) e a União Europeia de Ciclismo (UEC) – bem como entidades nacionais que possam apresentar e discutir linhas orientadoras e estratégias para o ciclismo português.

Concerto da Volta com «The Gift»
O “Concerto da Volta” já é uma marca da Volta a Portugal em Bicicleta. Este ano para antecipar o dia de descanso, a música será rainha na noite de 5 agosto. Os portugueses “The Gift” sobem ao palco às 22h00 no largo da Sé de Viseu num concerto gratuito proporcionado pela 76ª Volta a Portugal a toda a caravana e a todos os viseenses. A noite desta terça-feira vai terminar na discoteca NOITEBIBA do centro da cidade onde a temática da festa serão as bicicletas.

Os “meios” na Volta
Além de um gabinete de imprensa dotado dos melhores meios técnicos para responder às solicitações dos profissionais da comunicação, a PODIUM, empresa responsável pela prova, garante um serviço integral de comunicação para facilitar a tarefa de informar. A atualização diária das redes sociais e sobretudo do site da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros - www.volta-portugal.com, o envio por correio eletrónico da síntese dos principais acontecimentos do dia e resultados de cada etapa, assim como as fotografias dos melhores momentos e as declarações áudio dos protagonistas são serviços disponíveis para todos os jornalistas.

Credenciação de Imprensa
O período de credenciação para a imprensa decorre até 21 de julho 2014. Todos os pedidos enviados até essa data terão resposta do Gabinete de Imprensa até 25 julho 2014. Os órgãos de comunicação social devem preencher o Pedido de Acreditação e enviar para o email ciclismo@podi1.com juntando uma fotografia em formato jpg. (máximo 250 kb) de cada profissional a credenciar, bem como uma cópia da Carteira Profissional.

No formulário de Pedido de Acreditação estão disponíveis as informações complementares ao processo de credenciação. Qualquer dúvida relacionada com a credenciação e o pedido de formulários poderão ser feitos através do número +351 929 176 449 ou pelo endereço de correio eletrónico ciclismo@podi1.com.

A 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros tem como Municípios intervenientes nas Partidas e Chegadas de Etapa: Fafe, Lousada, Maia, Gondomar, Braga, Viana do Castelo, Montalegre, Boticas, Mondim de Basto, Alvarenga, Santo Tirso, Oliveira do Bairro, Viseu, Belmonte, Seia, Sabugal, Castelo Branco, Oleiros, Sertã, Burinhosa e Lisboa. Existe ainda os Municípios que apoiam o evento com Metas Volantes: Águeda, Oliveira de Azeméis, Valpaços, Mirandela, Murça, Tondela, Gouveia, Póvoa de Varzim e Óbidos.

São patrocinadores oficiais a Liberty Seguros, Banco BIC, RTP, edp, Delta Cafés, KIA, Raposeira, Festina, Vitalis, Arko, Fundação INATEL, Glassdrive, Atlantic Service, Cachaça 51, Atum General, Hippos, KTM Bikes, Shimano, Ach Brito, PACTO, Jornal A BOLA, Antena1, CISION, JCDecaux, Ciclismo a Fundo, Estanhos D.António, Humadecoração, WCM, FERBAR, Cartosis, KontraProduções, Dietsport, Pastelaria Chafariz, Pousadas de Portugal, Gráfica Simões e Gaspar, BDR, Festival Bike, Instituto Geográfico do Exercito, Estradas de Portugal, Maia Cidade Europeia do Desporto e Portugal Sou Eu.

www.facebook.com/voltaaportugal
https://twitter.com/VoltaPortugal

25 junho 2014

Gabinete de Imprensa
Partidas: +351 967 759 920
Chegadas: +351 933 511 450
ciclismo@podi1.com
A Volta 2014!
Depois de assinaladas as Bodas de Diamante, em 2013, a Volta a Portugal Liberty Seguros continua a renovar-se. Este ano, com realização entre 30 de julho e 10 de agosto, dá continuidade a uma tradição que, ano após ano, faz parte do imaginário popular associando o fenómeno desportivo da Volta, ao calor e às festas populares do verão.

O mapa da prova tem assinalado 1613,4 Km de competição entre Fafe e Lisboa com diversos tipos de terreno para diferentes especialistas, ainda que os trepadores, como sempre, tenham vantagem na prova que, à semelhança das grandes corridas internacionais, consagra a montanha como cenário de excelência para as grandes emoções da competição.

Julgamos ter uma Volta equilibrada com todos os ingredientes para quase duas semanas de intensa luta pela vitória, afirma Joaquim Gomes, diretor de prova da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros que chama a atenção para a sequência de quatro dias sempre a subir na primeira fase da prova. A chegada a Braga, Montalegre, à Sr.ª da Graça e depois a chegada à Assunção, em Sto. Tirso, são efetivamente quatro dias com quatro chegadas muito difíceis. Sublinho também as várias estreias de 2014, assim como os regressos de Gondomar e especialmente de Braga que estava há mais de 40 anos afastada dos grandes palcos da Volta a Portugal. De forma inédita iremos ter nesta etapa intermédia um circuito com passagens no Bom Jesus e no Sameiro que vão provocar as primeiras grandes diferenças.

76ª Volta Portugal Liberty Seguros
Etapas

30 julho - Prólogo - Fafe-Fafe - 6,8km
31 julho - 1ª Etapa - Lousada - Maia - 183,5km
01 agosto - 2ª Etapa - Gondomar - Braga - 171,8km
02 agosto - 3ª Etapa - Viana Castelo - Montalegre - 180km
03 agosto - 4ª Etapa - Boticas - Mondim Basto - 192,5km
04 agosto - 5ª Etapa - Alvarenga - Santo Tirso - 161,3km
05 agosto - 6ª Etapa - Oliveira do Bairro - Viseu - 155km
07 agosto - 7ª Etapa - Belmonte - Torre (Seia) - 172,5km
08 agosto - 8ª Etapa - Sabugal - Castelo Branco - 194km
09 agosto - 9ª Etapa - Oleiros - Sertã - 28,9km
10 agosto - 10ª Etapa - Burinhosa - Lisboa - 167,1km

Percursos 76ª Volta Portugal Liberty Seguros

Comunicado 76ª Volta Portugal Liberty Seguros

Vídeo Oficial 76ª Volta Portugal Liberty Seguros

Etapas 76ª Volta Portugal Liberty Seguros

#VoltaPortugal
25.junho.2014 
Volta ao Futuro (FUTURO  PRÓXIMO)
A 22ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros vai para a estrada de 17 a 20 de julho. Trata-se da principal prova nacional dedicada aos corredores da categoria Sub 23, este ano antecipada no calendário e com caráter ainda mais internacional por fazer parte do ranking Continental Sub 23 UCI. O jovem pelotão tem pela frente 585,7 Km divididos por quatro etapas a começar em Águeda e a terminar na Maia - Cidade Europeia do Desporto 2014.

Esperanças de Amanhã

O regulamento da Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros permite a participação de corredores das Equipas de Clube Portuguesas, Estrangeiras, Equipas Nacionais e ainda Equipas Continentais UCI. Cada formação participa com um número mínimo de 6 corredores e um máximo de 8.

Confirmaram já presença na 22ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros 12 formações de diversas nacionalidades. Além das equipas portuguesas, Maia/Bicicletas Andrade, Cartaxo/Clube Ciclismo José Maria Nicolau, Anicolor, Liberty Seguros/Feira, Atlantic Service/Clube Xelb e Viseu 2001, vão chegar de Espanha a Caja Rural–Seguros RGA, Fundacion Contador, Supermercados Froiz e Café Baque–Conservas Campos. Da Bélgica vem a equipa CT 2020 e finalmente a Lokosphinx, da Rússia.

Todos os anos, a prova serve de montra aos corredores mais jovens que se querem afirmar na modalidade. Em 2013, o triunfo pertenceu a António Carvalho que acrescentou o nome à lista de tantos outros ilustres vencedores desta competição como Joaquim Gomes, José Azevedo, José Mendes ou Filipe Cardoso.

Percurso só para Campões

1ª Etapa // 17 julho 2014

Águeda – Oliveira do Bairro // 146,7 Km
Os primeiros quilómetros da Volta jovem vão ser cumpridos entre Águeda e Oliveira do Bairro. A partida para os 146 Km da jornada inicial vai ser dada às 12h20 junto ao Mercado Municipal de Águeda. Pelo caminho existem três Metas Volantes e, praticamente a meio da etapa, um Prémio de Montanha de 3ª categoria. Será em pleno coração da Bairrada, Oliveira do Bairro, que se vai ficar a conhecer o primeiro Camisola Amarela Liberty Seguros.

2ª Etapa // 18 julho 2014
Santa Maria Feira – Arouca // 133,1 Km

A segunda tirada da 22ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros é a mais curta deste ano. Entre Santa Maria da Feira e Arouca foram delineados 133,1 Km com quatro contagens para o Prémio de Montanha, o último dos quais, de 4ª categoria quando faltarem apenas oito quilómetros para chegada ao centro de Arouca.

3ª Etapa // 19 julho 2014
Castelo de Paiva – Montalegre // 148,4 Km

A chegada do fim-de-semana à Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros não significa descanso, muito antes pelo contrário. Os melhores entre os melhores serão selecionados neste dia. O pelotão vai sair do Parque da Feira de Castelo de Paiva às 12h35 para percorrer 148,4 Km até à Serra do Larouco, em Montalegre. Esta chegada coincidindo com um Prémio de Montanha de 1ª categoria será um aperitivo para a 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros que vai visitar, pela primeira vez, esta imponente cadeia montanhosa de Trás-os-Montes. Até atingir o cume dos 1525 metros da Serra do Larouco, o segundo ponto mais alto de Portugal Continental, as esperanças do ciclismo terão de enfrentar inicialmente as dificuldades de um Prémio de Montanha de 3ª categoria, em Fojos, e já no concelho de Montalegre, uma Montanha de 1ª categoria em Salto, a 53 Km de chegada

4ª Etapa // 20 julho 2014
Montalegre – Maia // 157,5 Km

No domingo, 20 de julho, cumpre-se o último dia de competição, numa etapa para consagrar vencedores ou ainda para definir algumas classificações. A maior tirada da 22ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros começa, às 12h30, no centro de Montalegre para chegar, 157,5 Km depois, em grande festa à Maia - Cidade Europeia do Desporto 2014. As atenções da “Cidade do Lidador” estarão viradas para a Av. D. Manuel II, lugar que vai servir de cenário para coroar o melhor e mais rápido na 22ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros.

Resumo Etapas 22ª Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros
1ª Etapa - 17 julho - Águeda – Oliveira do Bairro - 146,7 Km
2ª Etapa - 18 julho - Sta. Maria da Feira - Arouca - 133,1 Km
3ª Etapa - 19 julho - Castelo de Paiva – Montalegre (Serra do Larouco) - 148,4 Km
4ª Etapa - 20 julho - Montalegre - Maia - 157,5 Km

Percursos 22ª Volta Portugal do Futuro Liberty Seguros

#VoltaPortugalFuturo
3.julho.2014 




Filiaçoes  Segundo  Semestre  2014 

terça-feira, Maio 06, 2014

terça-feira, Abril 03, 2012







A ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE CICLISMO DE VILA REAL  ESTA DE ACORDO  COM ESTA LUTA







Lona do Pódio Para a Época 2014 da ARCVR





glitter text gif maker



http://picasion.com/glitter-maker/





http://picasion.com/glitter-maker/







A ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE CICLISMO DE VILA REAL, CONVIDA TODOS OS CLUBES, ASSOCIAÇÕES, GRUPOS DE AMIGOS  DA BICICLETA, CICLISTAS,  CICLOTURISTAS, CLUBES DE COMPETIÇAO A VIREM JUNTO DE NOS (arcvr) PARA EM CONJUNTO LEVAR-MOS A EFEITO EVENTOS, DESPORTIVOS NO QUE A BICICLETA DIZ RESPEITO,  ESTAMOS RECEPTIVOS A EVENTUAIS PROPOSTAS.VEM E FILIA O TEU CLUBE E ATLETAS NESTA ASSOCIAÇÃO,VAMOS TODOS EM CONJUNTO FAZER DA ARCVR UMA ASSOCIAÇAO COM PODER JUNTO DA UVP-FPC, OBRIGADO A TODOS



     

     ASSOCIAÇAO REGIONAL DE CICLISMO DE VILA REAL

OFICIALIZAÇÃO DE EVENTOS DE CICLISMO (lazer e competição): A Associação Regional de Ciclismo de Vila Real, no âmbito do ciclismo para todos e das “provas abertas”, continuará a apostar na legalização de provas consideradas “piratas” considerando que, nos termos da legislação, os eventos desportivos competitivos e os que assumem natureza de manifestações desportivas de carácter lúdico devem ser oficializados pela respetiva federação, através desta Associação, que representa a UVP-FPC em todo o distrito.

        VILA REAL, 31 DE DEZEMBRO DE 2012

O PRESIDENTE DA ARCVR

Jose Albino Capelas Ferreira

No dia 1 de Dezembro de 2012 houve eleiçoes na Associaçao Regional de Ciclismo de Vila Real e foram eleitos os Novos  Corpos Sociais





CONTATOS. Mail -- a-r-ciclismo-v-real@sapo.pt



Associação de Ciclismo de Vila Real
Rua Diogo Dias Ferreira (Antigo Pavilhão Desportivo)
5000 559   Vila Real
NIF:- 502 370 246

Telem. 938181355--Capelas
            965252208-Helder
            938948347-Filipe